Dicas para reconhecer um bom partido

A partir de agora, quando estiver com um garoto, repare se:

Ele atira pra todo lado?

Se ele é do tipo que chega em todo mundo na balada e pensa que o que importa é quantidade, ele definitivamente não é um bom partido. Mesmo que ele jure que daqui pra frente é só você, vale a pena desconfiar.

Como ele é em família?

Como ele trata a mãe e as irmãs? Se ele for carinhoso e prestativo com elas, provavelmente será com você também. Esse é um grande indício de que ele é um bom partido! Mas se ele for daquele tipo capacho de todo mundo, que se deixa controlar pela progenitora, cai fora que é banana!

Ele tem “dupla personalidade”?

O comportamento dele muda quando ele está na frente dos amigos? Ele começa a te tratar de um jeito diferente e age como se fosse outra pessoa? Esse tipinho é péssimo partido, não se deixe enganar (tive um ficante que até o tom de voz mudava, bizarro)! Mas se ele é o mesmo com você perto dos amigos, família e tudo mais, ponto positivo pra ele.

Ele tem frescuras?

Se ele te liga no dia seguinte, entra em contato com você sem frescura e não fica se fazendo difícil, ótimo. Garoto que banca o malandrão, se acha a última bolacha do pacote e faz muito joguinho não é pra namorar.

Ele tem atitude?

Se ele toma a iniciativa, propõe programas diferentes e demonstra ter atitude, marcou ponto de novo!

Ele é vagal?

Se ele não pensa em estudar, trabalhar ou em fazer nada da vida, cuidado! Se ele continua assim depois dos vinte, sai fora (a não ser que não se incomode em pagar o motel toda vez)! Todo mundo sabe que bom partido tem que ser esforçado, audacioso e nada preguiçoso!

Ele é bem humorado?

Outro aspecto que o bom partido deve apresentar é bom humor. Um homem que te faz rir vale por dois!

Se o seu rolo, ficante ou pretê pontuou em todos os itens acima, ele é pra casar! Daí cabe a você analisar quesitos como beijo, pegada e etc…

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *