Diferença entre quistos …

Toda mulher produz hormonas masculinos, chamados de andrógenos. O problema é que esse desequilíbrio faz com que o organismo passe a produzir hormonas em maior quantidade, aumentando a possibilidade do aparecimento de quistos nos ovários e interferindo no processo de ovulação. Normalmente as mulheres que tem este problema, tem ciclos menstruais irregulares e ovulam menos vezes.

Os sintomas mais comuns pode ser o aumento de peso, excesso de pelos no corpo, surgimento de acne, maior oleosidade da pele e queda de cabelos.

Existe diferenças de ter quistos nos ovários e ovários poliquísticos, a diferença varia no tamanho e na quantidade.

A síndrome dos ovários poliquisticos atinge cerca de 10% das mulheres em idade reprodutiva. Ela costuma aparecer na puberdade e vai até a menopausa, causando um desequilíbrio hormonal.

Muitas mulheres só descobrem que tem este problema após tentarem engravidar e não conseguir. E pode levar a mulher a ter abortos espontâneos.

Podem ver a dimensão através de exames por ultra som. O ovário poliquistico chega a ter o dobro do volume de um ovário normal.

Um dos tratamentos mais usuais é a pílula anticoncepcional. Ajuda a ter os ciclos menstruais mais regulares e atenua o desconforto.

Se a mulher deseja engravidar, o tratamento é diferente. O mais indicado é feito com um medicamento via oral que induz a ovulação. Grande parte das mulheres responde bem ao tratamento e consegue engravidar.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *