Perca o medo de dirigir

Não use a falta de intimidade com o carro como desculpa para evitar o volante: você comanda e ele serve de transporte.

Dirigir implica respeito aos outros motoristas e aos pedestres.

Uma boa dose de iniciativa também ajuda.

As normas são as mesmas para todos, não há privilégios. Quando entender isso será mais fácil para todos.

Procure ocupar seu espaço sem invadir o do outro.

Com relação a idade, e no que tange a capacidade e aos reflexos, a única diferença entre os jovens e os mais velhos é a ousadia destes.

A simplicidade de dirigir está em executar movimentos repetitivos.

Dirigir bem não tem nada a ver com outras atividades, como andar de bicicleta, por exemplo. Também há bons motoristas que não sabem andar de bicicleta.

Acidentes acontecem, não há como prevê-los ou achar que ficar em casa é solução pra se prevenir deles.

Mesmo os motoristas mais experientes têm a paciência testada no trânsito, e se você encara filas em lojas e elevadores cheios, aproveite a chance de saber como você lida com mais esse desafio.

Treine a direção e valorize cada conquista. Observe sua evolução e contente-se em circular pela cidade, no seu ritmo.

Deixar o carro morrer ou ter dificuldades em subir ladeiras é normal.

Seja você mesmo, ignore as pressões externas e vença as dificuldades no seu ritmo, sem abandonar seus objetivos.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *