Dicas para reduzir a barriga

Mastigar bem faz diferença: quanto mais fracionado o alimento mais fácil a digestão. Quando não mastigamos provocamos uma sobrecarga no estômago e um excesso do fluxo sangüíneo o que distende essa região.

Diminua o tamanho das refeições principais e faça um lanche entre elas, pois o excesso de comida faz volume no estômago. Coma sem pressa em ambiente calmo: quem come depressa tende a engolir mais ar contribuindo para o aumento da barriga.

Frutas, grãos integrais e verduras passam mais rapidamente pelo intestino e azeitam seu funcionamento. Queijos, carne vermelha, grão de bico, repolho, couve-flor e doces têm absorção mais lenta e favorecem a fermentação, responsável pelo aspecto de barriga inchada.

Frutas, hortaliças e produtos integrais como aveia e linhaça são ricos em fibras. Mas exagerar na dose pode provocar efeito desagradável, e para eliminar o excesso beba bastante liquido.

Troque o pão, a farinha, o arroz convencionais pelas versões integrais, porque eles baixam índice glicêmico, evitando a produção excessiva de insulina, hormônio que estimula o organismo a estocar gordura.

Evite alimentos muito condimentados ou salgados: excesso de sódio provoca retenção hídrica responsável pelo inchaço do corpo, os condimentos irritam o intestino aumentando a formação de gases.

Beba ao menos dois litros de água por dia para regular o intestino e facilitar a eliminação do sódio. Porém nunca durante as refeições, pois dificulta a digestão e favorece a fermentação. Alimentos ricos em potássio como frutas e legumes contribuem na tarefa de expulsar o sal.

Gorduras mono e poiliinsaturadas, em doses moderadas, são capazes de baixar o índice glicêmico das refeições. Por isso passe a consumir azeite, abacate, castanha-do-pará e amêndoa.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *